Resenha: Cartas de Amor aos Mortos

 Título: Cartas de Amor aos Mortos
Autora: Ava Dellaira
Editora: Seguinte
Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho. 
Na vida, podemos ser mais que passageiros.
O livro em formato de cartas, para pessoas famosas, conta a história de Laurel, uma menina doce que viveu por muito tempo a sombra de sua irmã May, até o dia que May morre e ela começa a se sentir triste e solitária. Após a morte da irmã, Laurel passa a viver, um pouco na casa do pai e um pouco na casa da tia, já que sua mãe resolve ir embora. Laurel decide mudar de escola onde ela faz novos

Google+ Followers