Resenha: The Shannara Chronicles (1ª temporada) - Sem spoiler






Sinopse
Um misto de mágica com tecnologia primitiva em um reino de fantasia. A história ocorre milhares de anos após a destruição da atual civilização, e é centrada na família Shannara, cujos descendentes possuem magia e protagonizam aventuras com o poder de remodelar o futuro do universo.



Minhas Impressões

Recentemente tive a oportunidade de acompanhar essa série, a mesma envolve elfos e confesso que gosto muito desse mundo diferente e mágico.

A série mistura vários elementos, e assim como na sinopse, é uma distopia baseada nas obras de Terry Brooks o qual ainda não conhecia, sendo assim não li seus exemplares. Ao contrário do que possa imaginar o tempo é invertido, um holocausto acabou com a civilização humana e através desse desastre surgiu outro mundo, em uma era diferente que retrocede para a época medieval.
Terry Brooks
A estória é narrada em torno da família Shannara, somos apresentados a um mundo bem peculiar onde temos a presença de elfos, anões, humanos, demônios, druidas e outras criaturas bem distintas. As mais variadas raças não acreditam mais em magia, já que muito tempo se passou desde que as terras dos quatro reinos passaram por perigos. Nessa primeira temporada somos apresentados a vários personagens, entretanto o foco principal é um triângulo amoroso composto por Wil Ohmsford (Austin Butler) que é um mestiço filho de humanos e elfos, Amberle (Poppy Drayton) que é uma princesa elfa e uma humana Eretria (Ivana Baquero). Juntos os três tem a missão de salvar a semente de uma árvore chamada de Ellcrys.

A série é destinada para a família, entretanto a mesma não apresenta nenhum diferencial, o que lembra muito os filmes da sessão da tarde. Claro, que tem seus pontos positivos, como o crescimento de alguns papeis, todavia ainda falta um “Q” a mais. Em minha humilde opinião os atores deixam a desejar, em muitos momentos não me senti convencida de suas atuações, mas mesmo assim os seus capítulos não deixam a sensação de fatigado, ou seja, não é exaustivo assistir esse mundo tão dinâmico.
Em síntese, não é uma produção deslumbrante que vá fazer qualquer pessoa morrer de amor, mas tem seus pontos positivo que conseguem conquistar o telespectador. A série foi renovada e pelo que acompanhei pelo site oficial parece que já está sendo gravada. Então, se desejam algo simples, com um núcleo versátil e diferente essa série é indicada.






Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Nossa nunca tinha visto essa série, parece ótima!
    Vou procurar e assistir com o mozau ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Nao conhecia a série e nem os livros de Terry Brooks. Achei meio confuso essa coisa do tempo ser invertido, entretanto, tinha achado a proposta bastante interessante. Mas, confesso que os seus comentários no final me desanimaram um pouco...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Hum,me lembrou um RPG medieval,jogava muito quando adolescente...Certamente vou querer ver essa série, e espero que a segunda temporada conquiste mais fãs,apesar dela parecer meio 'sessão da tarde' hehehe
    bjs^^

    ResponderExcluir

Google+ Followers