Retrospectiva dos 5 melhores livros lidos em 2016

Vi algumas postagens em blogs e resolvi entrar no clima da retrospectiva e listar os melhores livros de 2016 de acordo com as minhas impressões. Por isso, as citações fazem parte das resenhas que escrevi e creio que descreva muito bem a obra.

1- Série Sevenwaters - Filha da Floresta - Juliet Marillier


"Existem elementos importantes presentes na trama, tais como o enredo, o mistério de seres desconhecidos e medievais, a cultura celta, o paganismo, as diferenças religiosas e a rivalidade entre povos por busca de poder, conhecimento e a recompensa do reconhecimento. Dentre todos os heróis Juliet (dada a intimidade com sua obra creio que me permita chama-la dessa forma) nos presenteia com uma heroína, que tem arraigada em si dois sentimentos sublimes: coragem e amor. Coragem para vencer todas as adversidades, e amor como a madeira que alimentar o fogo, nesse caso a esperança. Consegui viver toda a emoção da protagonista, e ao contrário do que possa vim imaginar a autora não “floreia” sua obra com enganos e fraldes, a mesma retrata todo o cenário e realidade da época, se detendo em detalhes preciosos, relatando alguns tratamentos desumanos direcionados a mulher e presentes até a hoje em tempos contemporâneos".


Resenha Clique AQUI.




2- O morro dos ventos uivantes - Emily Brontë


"No século XIX os romances não eram conceituados e ainda eram vistos com uma obra de cunho masculino, para termos uma afirmação válida usarei as palavras de Showalter (1977) que descreve que na contemporaneidade que se tornou corriqueira a visão de gêneros literários escritos por mulheres. Por isso Emily chocou a sociedade de sua época ao caracterizar sua obra com personagens onde as loucuras os perseguiam, tendo a descrição física dos mesmos étnicas, e uma visão contrária as tradições literárias de seu tempo, podemos concluir que a mesma foi díspar e nunca objetivou agradar ninguém, daí sua escrita incomum. Seu romance não foi aceito por críticos, pois a mesma também retratou as desigualdades sociais, tal exemplo é que apenas duas mulheres não morrem, as demais tem suas vida esvaídas no parto. Toda essa explicação é necessária para compreender a escrita dessa autora".
Resenha clique AQUI.


3 - Capitães de areia- Jorge Amado


"Embora esse livro tenha sido escrito em 1937 muitas coisas nos chamam atenção. Jorge Amado realmente traduziu em palavras os problemas presentes até hoje na sociedade, a história descreve e mostra como a colonização deixou marcas nos cenários brasileiros, onde a desigualdade está presente sendo representada através da pirâmide social onde poucos possuem muito e muitos possuem pouco. Não é questão de filosofia, mas esse é um problema que passou por gerações e no presente é vivenciado por muitos em seus cotidianos, a exclusão existe e é uma lembrança constante para aqueles que realmente acreditam em um país igual".

Resenha clique AQUI


4 - A ladeira da Saudade - Ganymédes José



" O objetivo do autor, com toda a certeza, foi descrever com minucias a primeira cidade do Brasil a ser considerada patrimônio cultural pela Unesco. Com uma linguagem descomplicada o autor Ganymédes descreve a arquitetura barroca, a história do século XVIII, a escravidão, o preconceito e claro, o mesmo não poderia deixar de mencionar a vida e obra de Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho. Também somos transportados pela inconfidência mineira, Tiradentes, a corte portuguesa, a origem do nome da cidade e outras informações tão importantes e valiosas".

Resenha Clique AQUI


5 - Trilogia o orfanato da Srta. Peregrine ou como foi renomeado o lar da Srta. Peregrine - Ransom Ringss


"Ransom Riggs nos presenteia com uma obra “peculiar” e com uma estória original, misturando a fantasia com fotografias que acaba dando um ar mais realista para o enredo. Encontramos na exploração do texto pontos impressionantes envolvendo a segunda guerra mundial, o preconceito aos judeus, fotografias bizarras e crianças estranhas. Não necessariamente a estória acompanha os fatos históricos, todavia é muito bom quando detalhes verídicos aparecem nas obras de ficção, e isso somou mais pontos em minha opinião."

Resenha livro 1 - clique AQUI
Resenha livro 2 - clique AQUI
Resenha livro 3 - clique AQUI


Por fim, feliz 2017 e com muitos livrinhos bons, que nos levem a mundos inimagináveis. 

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Deixe seu comentário

Google+ Followers