Resenha: O lobo e a pomba

Título: O lobo e a pomba
Autora: Katheleen E. Woodiwss
Editora: Best Bolso/ Grupo Editorial Record
Sinopse
Autora de mais de 13 best-sellers, Kathleen E. Woodiwiss (1939-2007) revolucionou o romance histórico moderno ao criar personagens inesquecíveis e tramas repletas de paixão. O lobo e a pomba se passa na Inglaterra, em 1066. As forças normandas invadem o território saxão. Impotente, a jovem Aislinn assiste à destruição de tudo o que lhe é precioso. Quando Sir Wulfgar chega para assumir a posição de novo senhor das terras do pai de Aislinn, ela descobre que seu maior inimigo pode ser o próprio coração.
Na Inglaterra, no tempo dos druidas, houve certa vez um guerreiro de grande coragem que desafiou e venceu os deuses em combate, como punição, foi transformado em lobo de ferro.
Segundo a lenda, nos momentos em que a guerra assola a Terra, o lobo volta à vida na forma de um guerreiro ousado, invencível e imortal. Como agora, quando normandos e saxãos entram em conflito em Darkenwald e a vida da bela Aislinn depende da concretização da profecia.
Filha de um nobre assassinado pelos invasores, Aislinn é a sofrida heroína de o Lobo e a Pomba.



Minha Opinião


São nos livros que os milagres improváveis acontecem, que cores ganham vida, que poesia vira música, romances são açúcares, e o imaginável se torna possível. A liberdade da criação é dada a poucos e felizes são os que conseguem alicerces fortes para o mundo que está sendo criado.
O escritor precisa de inspiração e busca essa em locais diversificados, entretanto ainda acho que por mais melado que um romance seja é necessário uma pesquisa prévia. Recebi esse livro emprestado de uma amiga muito querida, o mesmo funcionou como um book tour, pois moramos em estados diferentes. Antes de expor minhas impressões gostaria de me defender dizendo que gosto de romances históricos, melados e com finais felizes, por isso nada do que apresentar vem de algum preconceito literário.
Ultimamente, nesse gênero de estórias, venho sentindo falta do “incomum”. Sim, todos os leitores assíduos sabem como funciona essa linha de teias, mas mesmo assim as narrativas parecem paralelas e nem sempre atraem o ledor conforme o esperado. Esse livro apresentou em alguns momentos um relato cansativo, entretanto por outros a estória tomava um impulso e abraçava o leitor e foi assim que o livro prosseguiu, alternando entre um ou outro.
Como disse o autor tem a liberdade de dar vida àquilo que esta sendo formado, todavia são necessários pesquisas e lógicas para algumas atitudes, não cabe fazer o julgamento do que seria o mais adequado. Não estou dizendo que dragões não possam existir ou mesmo cuspir fogo, além de outras questões. O que quero retratar que “coisas ilógicas” é demais para qualquer ser humano, então realmente a autora surpreendeu com algumas revelações impossíveis no final, que em minha humilde opinião, acabou com todo o universo formado.
O livro não é ruim, mas a decepção foi bem grande e impactou de uma forma totalmente negativa. Por isso, nem sempre é fácil escrever, para que as palavras possam existir, para que os textos transbordem felicidade e para que a união de todos os aspectos transformem o sobrenatural em magia faz-se necessário uma melhor afinidade do escritor com o projeto de planta que está arquitetando. 

Comente com o Facebook:

23 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse livro, mas achei a capa bem interessante, sem contar que adoro romances de época. Entretanto, é fato que espera-se um diferencial nessas histórias, ainda mais depois de já haverem tantos cenários e enredos parecidos. Enfim, é uma pena mesmo que você tenha se decepcionado nesse enredo.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Amo romances de época, mesmo que muitos tragam enredos clichês, na verdade não me importo, desde que a trama seja bem desenvolvida. Mas entendo o seu posicionamento.
    É uma pena que não tenha gostado da leitura, quero ler esse livro há muito tempo. Ainda pretendo lê-lo, mas penso que irei com menos sede ao pote rsrs
    Abraço!

    http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    É uma pena que a leitura não tenha te agradado. Acho que os romances de época estão ficando iguais, mas alguns são bem fundamentados e outros não.
    Gostei de conhecer a obra, pois acho bacana conhecermos livros que não agradam tanto outra pessoa, pois ele pode ser diferente para nós.
    Apesar de não ter te agradado, acho que daria uma oportunidade de leitura, vai que ele funciona pra mim.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia o livro mas achei a capa interessante a sinopse nem tanto. O título eu não gostei. Eu também gosto muito de romances históricos ou de época e estou sempre lendo alguns. Eu achei a premissa interessante mas concordo com você sobre a falta do incomum, isso está acontecendo com uma frequência enorme em todos os gêneros, está tudo muito igual.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Katheleen E. Woodiwss é autora de 13 Best Sellers e eu nunca tinha ouvido falar dela, rsrs.
    Não sou fã de romances históricos, ou romances de época por sempre achar que são tudo mais do mesmo; mas o contexto histórico envolvido nessa obra me deixou curiosa.
    É uma pena o livro ter te decepcionado.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Eu não conhecia a história e entendo totalmente sua opinião. É complicado explorar algo incomum e original nos dias de hoje, principalmente com tanto conteúdo sendo produzido. Mas sempre levo em conta como o autor faz a construção da história, mesmo sendo-a comum. Achei sua opinião bem sincera e mesmo com esses probleminhas, se eu tiveer a oportunidade, lerei.

    beijo!

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu ainda não conhecia a obra, e acho que o fato deu não gostar do gênero não faço tantas pesquisa de livros com a mesma pegada. Achei a capa e o título bem empolgante. Realmente para escrever algo assim tem que haver muitas pesquisas e cosia e tal. É uma pena o livro não ter sido tanto do seu agrado, então nem me arriscaria na obra. Adorei a forma como você expôs suas opiniões, bem legal. Até mais vê
    Abçs

    ResponderExcluir
  8. Eu não gosto de romance de época. Gosto romance, não de época.
    Uma pena que sua experiencia tenha sido ruim.
    Mas vou admitir que estou super curiosa para saber o que te deixou tão decepcionada... =P

    beijinho!

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Conheço a autora, mas esse livro não li e não tenho vontade de ler. Amo romances de época, ma essa autora não é das melhores e entendo bem sue ponto de vista sobre o livro na sua resenha. Li dela Uma rosa do inverno e foi uma decepção! Depois li Cinzas ao vento que é um pouquinho melhor. Mas essa autora me decepcionou muito, pelo comentários, esperava muito mais dos livros dela!
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Acho que minha decepção seria igual a sua, porque sentiria falta de argumentos mais embasados. Não sou de ler muitos romances históricos, mas independente do tempo em que o romance se passa, é sempre importante criar um cenário crive.
    Entendo sua opinião e obrigada pela sinceridade.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivi, acho que pesquisar é muito bom. Você pode criar a vontade, mas é sempre bom ter algo plausível, então quanto maior o conhecimento melhor é o enredo. Bjs

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu tinha uma melhor impressão desse livro. Que pena que alguns trechos são cansativos e que a obra não atendeu suas expectativas. Tenho vontade de ler, pois adoro o gênero, mas se fosse ler começaria sem esperar muito do livro então, diante dessas pontos negativos.


    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Não leio muitos romance de época por isso acho que a sua decepção com o livro seria igual a minha.O título não me atraiu muito.
    É uma pena o livro não ter te agradado.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  13. Hey!
    Ao ler a sinopse do livro, tive uma ótima impressão dele, parecia ser super criativo e original, mas ao ver a sua opinião, fiquei meio receosa. Não imaginava que seria tão irreal como você contou, embora a liberdade criativa realmente exista. No entanto, concordo que as vezes as coisas precisam fazer sentido. É realmente uma pena quando esse tipo de coisa acontece.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu adoro romances de época, mas esse não me chamou a atenção em nada.
    O fato da narrativa se tornar cansativa e depois ganhar impulso, e isso se repetir durante toda leitura, é algo que não me agrada.
    Isso de ter "coisas ilógicas" e revelações impossíveis é complicado, muitas vezes a história acaba "não descendo" ao leitor. As coisas precisam fazer certo sentido. Se tratando de romance de época então, o mínimo a se fazer é pesquisar.
    Gostei bastante da sua resenha e é uma pena que o livro não tenha agradado.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conheço a autora e nunca li nada com história parecida. Eu não leria esse livro, por não estar dentre os estilos que gosto e também pelo título e capa não chamarem minha intenção. Bjos

    ResponderExcluir
  16. Realmente em primeiro lugar fiquei fascinada pelo romance se passar em 1066. Poxa, tem que conhecer muito a cultura e as coisas desta época para colocar tudo em um livro. Mas se no final foi uma coisa meio sem noção é muito estranho, a não ser que seja fantasia né. Mas eu fiquei curiosa.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  17. Ai menina, eu amo as capas desses livros mas as histórias não me atraem de jeito nenhum. Eu acho tudo muito parecido, e isso me incomoda muito. Gosto de novidades, coisas, e eu acho tudo mais do mesmo, e pelo jeito você achou também. Infelizmente eu vou passar a dica pra frente, mas tenho certeza que muitas pessoas amam esse gênero.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?! Eu não gosto de romances de época e só por aí eu já não leria esse livro. Porém ao saber que ele tem uma leitura cansativa e que você se decepcionou com a história me fez ter ainda mais motivos para passar bem longe desse título. Rsrs.
    Fica para a próxima dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?! Eu não gosto de romances de época e só por aí eu já não leria esse livro. Porém ao saber que ele tem uma leitura cansativa e que você se decepcionou com a história me fez ter ainda mais motivos para passar bem longe desse título. Rsrs.
    Fica para a próxima dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  20. Sempre amo suas resenhas, curtas e expressivas. Realmente atualmente tenho lido muitos clichês, o que me atrapalha, ainda mais com romances melancólicos, que me atrapalham muito. É uma pena que a autora tenha pecado na construção do universo, não sei se leria

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu sou super suspeita de falar de romances de época porque eu amo, mas devo confessar que não me interessei nem um pouco nesse livro. Uma pena que ele te decepcionou, é muito ruim quando isso acontece, quando uma história não nos agrada de alguma forma. Mas fico bem feliz em conhecer o livro agora. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Google+ Followers