Resenha: Os Hathaways 2 - Sedução ao amanhecer


Título: Os Hathaways 2 - Sedução ao Amanhecer
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro

O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?

Minha Opinião


Fiquei pensando em como iniciar essa resenha, e tudo isso tem uma justificativa. Há alguns dias li o primeiro livro da série, e fiquei muito encantada com os protagonistas, personagens coadjuvantes, cenário, narrativa, enfim, todo o deleite que se possa imaginar. Entretanto a sequência, infelizmente, não despertou a mesma reação.  Não gosto de colocar gifs nas minhas resenhas, mas estou abrindo exceção apenas para mostrar como foi minha leitura.







            Não sei a causa, circunstância, razão ou qualquer outro sinônimo que os senhores encontrarem para explicar o porquê dessa reação, mas achei a leitura arrastada e pesada, parecendo realmente meio forçada. Comparada a primeira obra não teve a mesma sutileza onde os protagonistas deram um baile do que é estar apaixonado sem ser cansativo.
            Nesse livro, Kev arrumava todos os pretextos possíveis para não construir um relacionamento com Win. O que realmente dá nos nervos é que essas desculpas não têm lógicas, compreendo que realmente nos séculos passados algumas culturas não eram vistas de forma afetuosa pela sociedade* (já que Kev é meio cigano), entretanto todos em volta deles apoiavam esse romance, incluindo a família dela. Então por que os empecilhos?
            Sei que livros nesse estilo são previsíveis, contudo o primeiro é bem arrebatador transportando o leitor para outro mundo, outro século e claro outra vida. Até o vilão desse é surreal e não convence nem uma criança, quem dirá um adulto com senso crítico!
 Nessa série as histórias são independentes, entretanto estão interligadas, ou seja, os personagens dos outros livros interagem constantemente entre si. Sendo assim, uma leitura avulsa é totalmente inviável, pois não conseguiria entender algumas partes da estória. Por isso farei uma critica construtiva para qualquer autor ou aspirante ao mesmo; sabemos das dificuldades em escrever uma obra, em tentar colocar toda a emoção em uma simples e única folha de papel, tentando fazer com que outras pessoas acompanhem seu pensamento; é trabalhoso. Portanto reconheço todos os obstáculos para se erguer um mundo único e teletransportar um ledor, mas segui com uma “coletânea” de estórias não é a melhor opção. Esse negócio de ficar investindo em uma única criação é muito tedioso, para fazer isso é preciso dominar todo o universo literário, captando cada glândula do herói e incrustar naquele que está acompanhando todo o pormenor: nós! Então, façam algo mais simples e quando realmente dominar toda a escrita comece a investir em séries, sem contar que às vezes o desenvolvimento nem dá para ter um percurso maior. Mais agradável ler um livro com trezentas páginas, do que uma série com mil e quinhentas, ou seja, quantidade não é qualidade.
  Terminarei dizendo sinceramente o que achei: os personagens principais são chatos e como é de se esperar perfeitos demais, o drama nostálgico, a narrativa arrastada e tudo dedutível. Como defesa pessoal, não é nada contra o gênero, pois se lerem a resenha anterior verão como o cupido me acertou, todavia esse romance realmente não deu para elogiar ou apontar qualquer ponto positivo.

*Não quis estender o assunto, não obstante muitas culturas ainda não são aceitas por sociedades que se dizem "civilizadas". 

Caso queira ler a primeira resenha é só clica AQUI





Comente com o Facebook:

21 comentários:

  1. Eu adoro a escrita da autora e gostei bastante desse quando o li. Pena que você não conseguiu encontrar pontos positivos nele. É que eu sou suspeita para falar pois gosto muito do gênero. Te desejo boas leituras em suas próximas escolhas.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Aiii achei que seria só eu a detestar o segundo. Vai por mim o terceiro você irá ler numa sentada. Eu li em uma tarde. Já li todos e o pior é este.
    O do Léo não é tão agitado mas é bom também. Mas o primeiro o terceiro e o quinto são maravilhosos. Acredite a Poppy e o Hary (terceiro) vão lhe encantar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii!!

      Assim espero Karine, Pq fiquei desmotivado. Beijos

      Excluir
  3. Eu sinti sua decepção com a continuação do livro. É ruim demais quando a gente lê um livro e quando vai ler o segundo da série mesmo os personagens sendo diferentes, o livro é ruim :(
    Você ainda conseguiu ler, se fosse eu teria fechado o livro j[a no começo

    ResponderExcluir
  4. Molier de dios, acho que esta é a primeira resenha que leio de um livro desta série que não agradou. Que pena que a leitura foi arrastada pra ti, mas sigo com vontade de conferir.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    É uma pena que você não tenha gostado nem um pouco do livro... Eu ainda não comecei essa série, mas já li algumas resenhas positivas sobre ela e como gosto do gênero ainda quero conferir as histórias. Só espero que você dê uma chance para o terceiro livro, vai que gosta dele...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Nossa, estou desanimada demais com essa leitura :(
    Que ruim que os protagonistas são chatos e que o vilão não convence. Sempre que penso em romances de época, penso em uma leitura leve e fluída e não parece que vou encontrar isso nesse livro, infelizmente.
    Pretendo ler o livro, mas apenas o primeiro, pois acho que esse não vai me agradar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi

    sabe que eu queria ler essa série, mas essa coisa de personagem chato ou perfeito demais....ahhhh....não sei não.....

    amei a tua resenha..... mas acho que vou empurrar essa leitura mais um pouquinho...

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu sou fascinada por romances de época e até agora só li dois livros da Lisa (Os dois primeiros da séries As Quatro Estações do Amor), me encantei com a escrita dela. Essa série está vem me despertando um grande interesse desde que a vi pela primeira vez e até hoje eu nunca tinha escutado/lido um comentário como o seu. Achei bacana a sua sinceridade na resenha, mas não consigo ver algo da Lisa dessa maneira, sei lá, não parece muito com a mesma Lisa dos livros que eu li, mas você falou que também não entendeu a sua reação, pois amou o primeiro. Agora que vi aqui nos comentário que a Karine Fernandes também não gostou dele, então já é a segunda opinião que vejo rs. Enfim, estou curiosa para ler a série completa e espero que quando eu for ler esse livro, eu possa gostar dele, mas se não gostar, espero mesmo que o terceiro me deixe apaixonada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Realmente não deu mesmo, e gosto de livros nesse estilo.

      Excluir
  9. Ooi, já tinha ouvido falar dessa série de livros, a capa é simplesmente muito linda. Mas que pena que não gostou, é muito chato quando o livro trás canseira, e faz tirar as nossas expectativas do mesmo. Apesar de amar esse gênero, agora que li a resenha, não sei se faria a leitura, mas quem sabe mais pra frente.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Vê! Você iniciou uma discussão muito interessante nessa postagem! Sabemos que o mercado literário mundial só pensa em faturar e muitas vezes o autores são meio que "forçados" a escrever continuações para vender, vender, não importando a qualidade do texto! A impressão que dá é que muitas editoras pensam que somos um bando de idiotas que devem aceitar qualquer coisa como entretenimento e ponto. Francamente, há livros por aí infinitamente melhores que não tem a mesma vendagem e divulgação! Isso me enerva muito! Bem, parabéns pelo post e espero que suas próximas leituras sejam melhores! Bjss

    Leitora Compulsiva
    http://olhoscastanhostambemtemoseufascinio.blogspot.com.br/2016/04/sorteio-mes-de-abril-confraria-cultural.html

    PS: tem sorteio novo no blog!! ^^

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu tenho tanta vontade de ler essa série da Lisa. Uma pena que você não gostou tanto desse volume. Mas é normal né. Essas coisas acontecem e cada um tem sua opinião. Mas que bom que o primeiro livro te tocou. Gostei da sinceridade.

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Poxa, é uma pena que a leitura não tenha dado certo para você. Os dois últimos foram as minhas melhores leituras, mas eu também gostei bastante dos primeiros, principalmente deste. Adorei ver a Win se recuperando e o relacionamento dela com o Merripen, apesar das "frescuras" dele. Espero que você goste mais do próximo livro.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Sou loucas para ler os livros da autora.
    Nunca de a oportunidade de ler nenhum, mas confesso que sua resenha me deixou bem curiosa pela obra. Apesar de não ter te agradado tanto, o fato de abordar a cultura cigana já conta pontos pra mim, sou apaixonada pela tradição.
    Vou procurar pra ler, quem sabe eu não tenho outra visão da obra né?
    Parabéns pela sinceridade da resenha.

    www.detudopouco.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi *--*

    Diferente de você já não curti o primeiro livro e olha que sou doida por romances de época, só pelo o outro eu já imaginava que o Kev daria problema porque ele sempre estava fugindo da moça. Não curto quando as estórias trazem desculpas bobas assim. Creio que não irei continuar com essa serie o Os Bridgertons seguem sendo meus maores de época.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Haha eu adoro gifs, lá no blog tem aos montes. Eu tenho essa série e ainda não consegui ler, que pena que você não curtiu o segundo livro. :/ Tão chato quando isso acontece.
    Eu tenho algumas amigas que gostaram bastante deles, só teve uma que não curtiu e assim como vc, achou forçado. Bom, preciso ler pra ver qual é.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Sério que não gostou tanto do livro? Que pena! Eu gosto tanto da narrativa da Lisa, inclusive eu sou apaixonada por essa série. Gostei de cada um dos volumes e todos eles tem um lugar especial no meu coração.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  17. Oi..
    Eu tenho muita vontade de ler algo da autora, não sei por onde começar.rsrs
    Gostei da resenha, bem sincera..
    abraços.

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tudo bom?
    Partilhei de algumas de suas opiniões mas não tive descaso pela obra. Li o livro bem recentemente, terminei semana passada e realmente o primeiro livro conquistou meu coração. Meu amor por romances de época surgiu com a série da Julia Quinn e desde então não parei de ler, comprar e querer livros desse gênero. Não achei a narrativa desse segundo livro, pra mim teve uma comparação extremamente notória com a do primeiro. A escritora é a mesma e pra mim ela não mudou a forma de escrever. Concordo com o fato de Merripen ter irritado bastante o leitor por ele ser cabeça dura e extremamente teimoso, mas isso é uma coisa que já veio do livro anterior, então não foi algo inesperado. Quando terminei Desejo a meia-noite já sabia que o segundo volume traria o romance de Win e Kev e que o drama da história seria o fato de ele não querer assumir algo com ela por medo (eu ainda não sabia de que). Isso foi bem explícito. Mas fora a teimosia de Merripen, não acho que o livro teve outros contras. Você não achou interessante conhecer o passado dele e a ligação com o Cam? Eu adorei isso, rs
    Pena que o livro foi tão chato assim para você e também não acho que a Lisa Kleypas tem incapacidade pra escrever séries. Ela criou uma família linda, unida e que têm muitos dramas. E mesmo Amelia não sendo a protagonista de todos, ela aparece como se fosse uma mãezona e eu amei isso também! Espero que de for continuar a série, você goste mais dos outros volumes! Beijinhos !

    - Kaah (sextetoliterario.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  19. Olá, nossa que pena que o livro não era o que você esperava. Sabe que eu tenho essa série aqui na minha estante e só não peguei ainda por falta de tempo e oportunidade mesmo, porque sempre tive uma certa curiosidade. Fico triste que você não tenha gostado da obra, mas mesmo assim quero dar uma chance aos livros para ver o que eu acho.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Google+ Followers