Resenha: Os Hathaways 1 - Desejo à meia-noite


Título: Os Hathaways 1 - Desejo à meia-noite
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Sinopse
Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos. Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos. Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?




Minha Opinião

                 Existe uma frase que roda pelas redes sociais que diz assim: “Às vezes você pega um livro, outras vezes o livro pega você”. Não sei quem é o autor, e caso alguém saiba é só informar que coloco os devidos créditos. Lendo algumas resenhas essa semana li uma recomendação de uma colega blogueira, ela falava dos atributos desse livro.
            Ao contrário do que se possa imaginar esse livro não tem nada de diferente de alguns romances da Harlequin, que se diga gosto bastante. E, não existem livros ruins, o que ocorre é o seu estado de espirito ao navegar em uma estória. Como as palavras dançam na sua frente, como o romance te abraça, como o desejo corre pelas suas veias, como parece que você é parte disso tudo; é o cenário, o enredo, os personagens, cada detalhe parece ser real. Quando toda essa magia lhe envolve, acredite, o livro te pegou.
            Esse livro é histórico e toda sua narrativa ocorre em Londres em 1848. É o primeiro livro que leio da autora, e para me instigar mais ainda o mocinho é rom ou mais conhecido como cigano. Amélia já passou da idade de casar de acordo com os padrões da época e convenhamos que sua família seja um leque para atrair problemas, incluindo seu irmão que por algumas ciladas do destino se tortura com a bebida. E, mesmo contrariando tudo o leque de paixão envolve os mocinhos.
            Embora o final seja previsível, às vezes surge uma necessidade de mergulhar em romances adocicados, onde os mocinhos são ciumentos, protetores e claro, apaixonados. Essa fuga da realidade faz se necessária em meio ao caos turbulento da vida, onde a felicidade é a ferramenta certa para um final avassalador. A escrita é ensurdecedora, produzindo ecos e acelerando o batimento cardíaco do leitor.
            Para aqueles que desejam se jogar em um mundo novo, cercado por gracejos, a natureza como palco, e um moreno de cabelos sedosos: esse é o livro. Cabe ressaltar, que o mesmo faz parte de uma série e estou empolgada para começar a ler o próximo. Espero que tenha conseguido atrair a obrar para os senhores, assim como a mesma me atraiu.



Resenha do 2º livro é só clicar AQUI

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Amei sua resenha!!! Não sou muito de ler livros de épocas, mas sim, este em especial me conquistou!!!! Parabéns pelo post!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, eu gostei da sua resenha, porém, o livro não me cativou, sei lá, achei que a premissa segue a de muitos livros que já vi por aí, por isso não leria e por ser uma série, me desanimou mais.
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Que resenha maravilhosa. Eu lembro que esse livro demorou um pouco para me conquistar, mas quando conquistou foi difícil largar rs' Eu adorei essa família que atrai confusão e me envolvi demais em seus dramas. Assim como você também estou ansiosa para ler a continuação.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    Sua resenha está linda porém não consigo me cativar por livros de época :/ Mas ele é uma ótima escolha para quem curte o gênero
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi tudo bem?
    O que me chamou atenção para essa série da Lisa foi o fato de ter personagens ciganos em um romance de época. Se formos observar pelo menos aqui no Brasil são raros os livros com personagens dessa cultura. Dessa série os meus favoritos são o primeiro e o terceiro livro. Li o último e foi bem decepcionante, pois a protagonista nos outros livros mostrou-se bem querida por mim e achei meio fraquinho o final feliz dela. O cigano desse livro é demais né? Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI CArol. Também achei isso bem interessante, os personagens serem ciganos, entretanto estou achando o segundo livro um porre!

      Excluir
  6. Tenho lido inúmeras resenhas positivas sobre os livros dessa autora, mas ainda não tive oportunidade de conhecer a sua escrita. Essa série parece muito interessante para quem, como eu, gosta de romances de época. a capa é muito bonita. Ótima dica!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  7. Helloo, Verônica! Tudo numa nice?!
    Preciso dizer que estou embasbacado com a maneira que você desenvolve as suas resenhas, objetiva, limpa e cheia de melismas com palavras. Eu já conheci a sua escrita de resenhas porque você leu A Estranha Mente de Seth e fiquei chocada com a maneira que você brinca com as palavras. Como estudante de Letras eu tenho essa paranoia de observar bem isso nos textos.
    Enfim, esse não é o tipo de livro que eu curto. Histórico ainda vai, como você já deve saber, mas esses romances de época no geral focam no romance e nas cenas hots e coisa tal. Eu gosto mais de História mesmo porque curto descobrir um pouco sobre cada época e os costumes.
    Beijin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras Alana, é muito bom saber que minhas resenhas transmitem essas mensagens e que estou dentro das regras gramaticais srsrs . ... Obrigada mesmo!

      Excluir
  8. Oiee Verônica ^^
    Aaah, eu amo essa série ♥ o primeiro livro também me pegou de jeito, mas os meus queridinhos são mesmos os últimos, mas também foram os que mais me deixaram tristes, principalmente o último, porque depois dele não têm mais Hathaways :'( Espero que você goste dos próximos volumes :)
    MilkMilks

    ResponderExcluir
  9. Sou apaixonada pela capa desse livro, só por ela já dá vontade de ler, adoro romances de época e quero muito ler essa série!
    Adorei a resenha, beijo!

    ResponderExcluir
  10. Verônica, sou apaixonada por romances de época e essa série foi a minha loucura de black friday do ano passado.
    Pelo que você disse vou ficar encantada com a história adocicada que a obra nos reserva.
    Já quero começar a leitura!

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  11. Mulher vou confessar que não sou muito chegado em livros de época, mas esse parece ser incrível, ainda mais para mim que amo histórias clichês e romantizadas, ihuuuuuuu já quero.

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Que resenha maravilhosa!! Deu pra sentir o quanto o livro te tocou e isso só nos deixa nós, que lemos sua resenha, morrendo de vontade de ler esse livro.
    Livros históricos sempre tem alguns clichês, mas isso é bom demais, parece que dá um encantamento a mais na história. Apesar de ter lido poucos livros do gênero, ja posso dizer que gosto muito.
    Beijo!

    ResponderExcluir

Google+ Followers