Resenha da parceria com o autor Röhrig C. - Quando Nasce um Romance


Título: Quando Nasce um Romance
Autor: Röhring C.


Sinopse “O que você deseja nesta vida, você consegue – o segredo é aceitar.”QUANDO NASCE UM ROMANCE é uma novela que fala sobre o cotidiano de um escritor em crise; alcoólatra, confuso, sem perspectivas, vivendo em uma cidade do interior. A única coisa que tem é a convivência de amizades de aparências. Ele não consegue escrever. Está bloqueado e sem ideias para iniciar sua próxima história. Com seu cotidiano cheio de problemas aparentemente sem nenhuma história para contar, ele apenas mergulha em seu próprio mundo. Jeux, o personagem principal, tem um grupo de amigos intelectuais que se reúnem todas as noites para conversar na mesa de um bar de uma cidade que outrora viveu seu ápice e hoje vive de um passado inventado. Um grupo de fracassados que se apoiam em suas próprias mentiras e jogos dissimulados na ilusão de disfarçarem o vazio que sentem além suas existências medíocres e seguras. Numa determinada noite em que novamente vai ao encontro dos amigos no bar, Jeux conhece a jovem Isabella. Mal sabia ele que se apaixonaria tão logo captasse naquele olhar um misto de sensualidade e paixão que todo homem distraidamente busca em uma mulher. Cansado de relacionamentos sem sentido Jeux entrega-se a esta nova paixão recheada de mistério, perigo, encontros às escondidas e sexo.Nasce uma paixão, envolvente e confusa: diferença de idade, situação financeira, classe social, relacionamentos alternativos, o tempo em que cada um se encontra no mundo, tudo conspira contra eles. Ela com 21 anos, casada, universitária. Ele 33 anos, escritor alternativo e boêmio. O que os une é a necessidade de estarem juntos de forma intensa e transgressiva.
“Uma surpresa e 12 dias é tudo que precisa para mudar sua vida.”





                Ultimamente venho sendo surpreendida de forma positiva com livros de autores brasileiros, e com isso cabe ressaltar que venho mudando um pouco o meu estilo literário, e creio que para melhor.
Nesse turbilhão de palavras, também tenho aprendido um pouco sobre obras que nunca despertaram meu interesse. O que quero dizer é que não tenho subsídios para comparar,  entretanto o fato do autor dedicar esse exemplar a dois ícones da literatura estadunidense, que não se prendiam a moral pregada pela sociedade e cujo pensamento ultrapassava qualquer tipo de censura impressa ou regras estabelecidas, sendo sua escrita essa mesma linha de raciocínio, me leva a concluir que a influência de estilo literário impressa em seu livro é muito similar a escrita de John Fante e Charles Bukowki.  Autores que pretendo ler em breve. Esses escritores amados e odiados (Fante e Bukowki) são mais aclamados pelo universo masculino, talvez esteja generalizando, porém dos muitos blogs que já visitei são poucas as resenhas registradas, e quando essas são relatadas geralmente são por homens.
Toda essa introdução é para enfatizar que esse romance foge das normas padrões, o mesmo apresenta uma visão estilizada e completamente masculinizada do tradicionalismo enredo constante nas ficções. Jeux é um escritor, porém junto com essa dádiva também vem os vícios adquiridos através de uma vida boemia, o álcool, sexo e mulheres. O mesmo perdeu a inspiração e passa os dias lutando contra as constantes cobranças do tic-tac do relógio e as dividas que insiste em bater a sua porta. Assim como qualquer pessoa ele tem o sonho de encontrar em meio a seus devaneios a mulher perfeita, aquela que irá destrancar todas as chaves que prendem sua imaginação e lhe dar estimulo suficiente para escrever um “romance daqueles de marcar época” (p. 26)
O protagonista nos leva de encontro a uma narrativa peculiar, com linguajar próprio de farrista, contando com alguns detalhes obscenos de sua vida sexual e rotina do cotidiano. De repente ele encontra seu encanto, uma mulher formosa que ler Neruda* e vive a vida com leviandade, buscando a felicidade em coisas fugazes e com uma personalidade instável. Em meio a esse circulo de traições, amizades e relacionamentos instáveis somos presenteados com um final inusitado e algumas surpresas que acrescentam mais sabor a essa trama que quebra paradigmas estipulados e nos transporta para um mundo bem diferente do que estamos acostumados a frequentar. Röhrig desperta o paladar para diversos sentimentos, sendo alguns as fraquezas vividas em busca da tão sonhada realização, com objetivo de encontrar a louvável felicidade.
Esse é um livro que indico, mas cabe ressaltar que caso seu pensamento seja retrógrado e conservador essa não é uma leitura indicada, pois com certeza a sua “ética” estará em risco. Ah, já ia esquecendo de salientar que essa é a 2ª. edição desse livro e achei a capa muito peculiar, a mesma descreve a alma do livro, traduzindo em significados a magia das palavras.
“Se quiser saborear estas páginas e descobrir como é a vida de um escritor alcoólatra, neurótico, suas aventuras e fantasias sexuais, suas amantes, os amigos e toda atmosfera que a cerca, e sem medo do grotesco e seco ar de um mundo à parte do habitual e correto... Seja bem vindo! Mas não esqueça que o avisei”

            
*Pablo Nerudo




Comente com o Facebook:

27 comentários:

  1. Olá, achei a premissa interessante, principalmente por poder explorar essa lado do escritor, e imagino que a narrativa também pode ser bem diferenciada. Não conhecia essa obra e nem o autor, mas vou conferir mais informações a respeito. Obrigada pela dica.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi,tudo bem?
    Quando paramos para prestar atenção percebemos a enorme quantidade de talentos literários que há em nosso país.Nesse ano que passou conheci vários autores nacionais excelentes.
    Sobre o livro: achei a premissa bem instigante,daquelas difíceis de largar.
    Ps: amei su resenha e seu modo de escrever.
    Bjs!

    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!!

      Muito obrigada Larissa, escrever é uma arte, quanto mais praticamos melhor ficamos. Beijos!

      Excluir
  3. Também ando procurando mudar um pouco meu gosto de literário heheh. Esse por exemplo não é um tipo de livro que chamaria muito a minha atenção, mas é sempre bom ler coisas novas e parece ser uma história que foge dos clichês. Gostei bastante da resenha e apesar de não conhecer nem o autor nem a obra vou procurar saber mais, quem sabe leio em breve.
    Beijos!
    http://virandoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler este livro, já conhecia este trabalho do autor e com sua resenha só aumentou a minha curiosidade. Acho que é um tema bem diferenciado que o autor resolveu debater, acho incrível isso. Amei sua resenha.
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou curiosa sobre esse romance que foge completamente dos padrões que estou acostumada. Fico feliz por você estar dando mais chances para os autores nacionais, comecei a fazer isso ano passado e não me arrependo nem um pouco de ter aberto meus horizontes literários haha
    Não sei se vou ler esse livro agora, mas deixo a dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Tem hora que queremos ler algo diferente e como vc mesmo disse que foge do padrão, e tenho certa que esse livro é uma ótima escolha, eu adorei a forma como conduziu a resenha, sinceramente notei muita diferença na forma como escreve, e acredite gostei muito.

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa bem estranha e o enredo em si, não me chamou a atenção, mas tenho uma amiga que eu acredito que apreciaria o livro e vou mandar o link da sua resenha pra ela.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá

    Adoro romances e só pela capa já compraria, lendo sua resenha vejo que realmente não é nada convencional. Adoro livros assim que nos prendem e creio que seja uma ótima leitura. Adorei sua resenha,você espoe sua opinião sem dar spoiler.


    Everton Equipe Rillismo
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Everton, é meio complicado, mas tenho conseguido opinar sem entregar nenhum detalhe. Bjs

      Excluir
  9. Oláa, uau fiquei super curiosa com esse livro! ele é bem do jeito que eu gosto, muito real e não me importo com esse tipo de linguagem, sabe? então acredito que iria apreciar muito a leitura, já entrou para a minha lista e com certeza pretendo ir atrás ainda esse ano!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-ilha-das-sete-luas.html

    ResponderExcluir
  10. Oie, não conhecia o livro e nem o autor.
    A premissa é interessante, mas é completamente diferente de tudo que li e curto ler, não é minha praia o gênero hehehehe, mas eu arriscaria pelo fato de você ter curtido muito e recomendar de uma maneira super bacana.
    Amei a resenha, muito bem escrita.

    ResponderExcluir
  11. Amando a página, meus parabéns amiga.

    ResponderExcluir
  12. Oi Verônica!
    Não conhecia esse livro, nem autor. Confesso que a premissa me deixa intrigada.
    É algo beeem diferente do que eu já li e geralmente tenho um certo preconceito com obras nacionais, o que estou tentando mudar!
    Dá para perceber que o livro é um pouco obscuro, né? Talvez ele choque os leitores menos experientes, mas eu já estou avisada do conteúdo e acho que seria interessante conhecer a história!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie!!
    Olha tá aí uma verdade, os atores brasileiros andam cada vez mais impressionando com a qualidade de sua escrita, ainda não leio escritos brasileiros quanto queria, mas os que li foram muito bons mesmo.
    Eu ainda não conhecia o livro e nem o autor!! Eu já li um livro desse gênero premissa e sinceramente não me identifiquei nem um pouco por ele então provavelmente não leria esse livro!!

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
  14. Oiii, tudo bem?
    Eu tenho uma grande admiração por este autor já, diante da maravilha que este livro é, pela quantidade de gente que vejo que está gostando <3 isso me encanta muito em livros nacionais. Gostei muito da sua resenha, só faltou uma coisa que eu sempre olho, é algo para ajudar, faltou informação do livro, as páginas, editora, ano de lançamento e onde comprar. Acho isso muito importante.
    Beijão <3

    ResponderExcluir
  15. Oie!
    COnfesso que não conhecia esse autor, mas sua resenha foi intrigante. Deu para notar o quanto a leitura desse livro foi particular, daqueles que tocam a gente de forma única. Achei bem interessante a trama apresentada, e espero poder ter a oportunidade de ler esse livro em breve. Bem interessante a forma como abordou as particularidades da narrativa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  16. Oi! Tudo bem?

    Acho tão bonito quando os autores nacionais podem contar com a ajuda dos blogs. Sei bem como é difícil se destacar nesse mercado, ainda mais quando os leitores idolatram muito o que vem de fora e acabam por esquecer do que nasce aqui. Tenho lido ótimos livros nacionais e fiquei muito interessada pela obra de Rohrig! Adorei o nome "Jeux". Vou procurar para ler =)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  17. Oie,

    Eu acho que ainda não conhecia o livro, geralmente leio muitos nacionais e acho que hoje em dia não me surpreendo mais quando vejo obras muito boas. Achei a premissa do livro muito interessante, gostei muito da forma que você a abordou na sua resenha. Acredito que leria o livro se tivesse a oportunidade, mais adiante.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Adorei a premissa, parece ser algo bem diferente do que temos lido por aí. Achei interessante o fato de o personagem ser um escritor, que aliás, parece ser uma pessoa meio desajustada. É bom saber que há bons autores nacionais surgindo no mercado. Dica anotada!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Olá! :)

    Talvez esse não seja o livro indicado para mim, não, embora pareça ser algo bem diferente... Ainda não consigo sair dessa mentalidade "retrógada", como lhe chama! :)

    Pessoalmente... não aprecio muito cenas de vida sexual,etc.

    Mas ainda bem que gostou!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Muito lindo né! =) Fiquei encantada quando minha colaboradora Milca resenhou o livro e estou com um exemplar dele aqui em casa para ler. e realmente o livro me contagiou desde o primeiro momento que vi!

    Fico feliz que tenhas gostado! =)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Estou muito curiosa sobre esse livro, estou aguardando o meu chegar! Achei a premissa bem interessante e pelo que li na sua resenha é diferente do usual!! Quero começar a ler urgentemente!! Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Eu conheço por cima o autor, já tive um pequeno contato com ele.
    Não sabia do que se tratava a obra, gostei muito de ler sua resenha e entender melhor! A capa me fez um pouco confusão, muitas informações e até então eu não tinha distinguido o que significava, agora me está mais claro!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Não leio muitos livros do gênero, mas quando leio-os fico muito feliz com o que acabo encontrando na estória. Pois livros como esse tem uma dose alta de sinceridade, não há nada de mascarado, tudo é muito esclarecido e muitas pessoas não gostam disso, eu mesma não leio livros do gênero com muita frequência.
    P.s: eu amo os livros do Bukowski e acho uma pena outras mulheres não o fazerem, pois ele tem um talento nato para escrever!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Google+ Followers